O que rolou no Twitter Brasileiro nos três primeiros meses de 2013 #infográfico

Padrão

A televisão ainda é a mídia que mais influencia os assuntos debatidos no Twitter e isso parece não vai mudar tão cedo. A conclusão vem do estudo “Trending Topics Brasil”, realizado pela E.life, e que analisou os temas mais comentados pelos usuários do microblog no Brasil durante o primeiro trimestre deste ano. Entre os assuntos predominantes, o reality show Big Brother Brasil, novelas, eventos que tiveram forte cobertura televisiva e artistas musicais que brilharam na telinha.

Em contrapartida, as discussões políticas seguem diminutas na rede – apenas 2% dos assuntos mais postados encaixavam-se nesse tipo de abordagem. Os esportes também não tiveram grande representatividade, sendo responsáveis por 10% dos comentários.

Confira o infográfico com o estudo completo:

Trend Topics Brasil 2013

Fonte: Midia Boom

Anúncios

O poder do microcompartilhamento. Twitter em números – [Infográfico]

Padrão

O poder do microcompartilhamento. Os últimos números do Twitter:

Mais de 200 milhões de usuários – nada mal em cinco anos.

É uma média de 450mil usuários por dia.

Mais de 138mil tweets por segundo!

Praticamente 40% dos tweets enviados são de celulares/dispositivos móveis.

61% são em inglês.

47% dos usuários têm filhos; 54% são mulheres.

A marca Twitter vale cerca de U$8bilhões de dólares – hoje.

Fonte: Touchagency

 

 

Entenda a SOPA. Ela poderá bloquear o seu Facebook [Infográfico]

Padrão

Há vários dias o futuro da Internet é o tema de inúmeras notas, graças à Lei “Stop Online Piracy Act” (Parar a pirataria online), ou SOPA, que está sendo discutida em comissões do Congresso dos Estados Unidos. Vários gigantes da Internet já manifestaram preocupação ao tomar conhecimento do ato que poderia dar poder a grandes corporações para controlar os conteúdos que são compartilhados e baixados na Internet, entre outras coisas.

SOPA -

Facebook, Twitter e Tumblr já tomaram medidas para expressar o seu descontentamento com a iniciativa, mas para os meros usuários, o que é a SOPA?

  • A lei permite que o governo dos EUA bloqueie certas páginas para que os usuários do país não possam vê-la.
  • Os EUA utilizará um bloqueio por DNS, o mesmo utilizado no Irã, China e Síria. Observando que a lei dos EUA serve como precedente no direito internacional, outras legislações começarão a imitá-la.
  • Como podemos garantir que nosso site não será bloqueado? Com apenas a publicação de alguns links que quebram o código estabelecido pela lei, poderemos ser bloqueados. O projeto não contempla que os usuários possam ter publicado tais links, porque eles assumem que o proprietário do site não fez o suficiente para impedí-lo.
  • Sites que têm maior risco de serem bloqueados são redes sociais como Facebook, Twitter, MySpace e Vimeo, entre outros. Além disso, devido aos bloqueios o tráfego reduzirá consideravelmente, o que, consequentemente, acarretará em menos inovação no setor, dada a falta de resultados projetados.
  • Como isso afeta o usuário comum? Os sites visitados diariamente poderiam ser bloqueados, os provedores de e-mail como Yahoo, Gmail ou Hotmail, eles poderiam ser forçados a censurar alguns dos links que enviam e recebem e links para compartilhar em redes sociais serão monitorados e eliminados se necessário.
  • A SOPA também afeta todas as iniciativas existentes para combater a censura na Internet. Bloqueará DNS alternativos, e também as conhecidas ferramentas que têm sido usadas ​​por ativistas na China e no Irã.
  • Finalmente, a American Censorship informa que tudo isso pode se tornar realidade se não fizermos nada para detê-lo. Os projetos SOPA e PROTECT-IP contam com um apoio muito grande no Congresso, por exemplo, da RIAA.

 

Fonte

Twitter como Personal Branding

Padrão

A tentação de apenas publicar piadinhas ou outros conteúdos de entretenimento nas redes e mídias sociais é muito grande e extremamente divertida. Porém não é preciso muitos argumentos persuasivos para convencer alguém de que em um mundo altamente conectadocomo o nosso, uma imagem ruim pode prejudicar – e muito – o lado profissional de um usuário.

Como as redes sociais afetam sua vida profissional? Ora, se cerca de 70% das empresas já vasculham as redes sociais dos candidatos no momento da contratação, imagine a cara dos recrutadores quando descobrirem que você não leva o potencial dessas ferramentas a sério e nem mesmo se importa com o bom senso, publicado e postando o tempo todo conteúdo ofensivo e pejorativo sobre tudo e todos.
Há várias dicas e listamos alguns motivos para você ser mais comportado nas redes sociais. E também não é – pelo menos não deveria ser – novidade para qualquer usuário que as redes sociais são excelentes ferramentas na construção de uma boa reputação profissional, gerenciando seu personal branding  de forma eficiente. As redes sociais podem e devem ser trabalhas como mecanismos de personal branding, e o Twitter é um dos canais mais importantes. Então, aqui vão algumas dicas:
1. Siga profissionais de destaque da sua área
Use a rede social de microblogs para seguir profissionais de destaque na sua área de atuação profissional e sempre tente interagir com esses perfis. Descolar a atenção de um grande nome do seu segmento é importante, pois faz com que outros passem a olhá-lo de maneira diferenciada, algumas vezes o classificando como um usuário influente e de destaque. Nesse caso chamar a atenção é o objetivo.
Dica:  seguir amigos e outros contatos também faz parte do ecossistema do Twitter, mas não deixe que isso interfira na sua vida profissional e nem em sua imagem.
2. Publique conteúdo relevante e interessante
Postar apenas comentários pessoais pode interessar a muita gente, mas não a todos e com certeza não interessa para o seu futuro recrutador. Procure publicar links sobre artigos, vídeos e até mesmo pesquisas acadêmicas que sejam pertinentes ao seu segmento. É óbvio que você não precisa fazer isso o tempo todo, pois assim o seu perfil terá mais uma cara empresarial do que pessoal, mas o bom senso deve ser pilar principal nesse quesito.
Dica: tente compartilhar um tipo de conteúdo que interessaria a você como profissional, e não apenas como um usuário comum.
3. Use o Twitter de forma profissional
Ganhar seguidores porque você só posta conteúdo de entretenimento ou porque usou scripts é muito fácil. O interessante aqui é ter uma conta de destaque porque tem um perfil com informações, links e tweets realmente bacanas, que acrescentam de alguma forma na vida dos usuários. Isso chama a atenção de sites, empregadores, empresas e profissionais que sempre estão na busca por novos talentos e parcerias para negócios.
Dica: use o Twitter como se o teu chefe ou futuro cliente sempre estivessem o observando. O que ele veria se entrasse agora no seu perfil?
É claro que há espaço de sobra para a diversão nas redes sociais, mas isso não significa usar tais canais para ofender e nem publicar algo que não seja do perfil de um profissional sério. Faça as redes sociais trabalharem para você e construa uma boa imagem perante seu mercado.

#Internet x #Privacidade? Alguns cuidados básicos. [#Infográfico]

Padrão

Ameaças Online | VIA

Alguns dos golpes mais comuns e como fazer para se proteger da chamada engenharia social. No Brasil, o principal foco para invasão de máquinas alheias é captação de dados bancários. Veja o Infográfico.