Entenda a SOPA. Ela poderá bloquear o seu Facebook [Infográfico]

Padrão

Há vários dias o futuro da Internet é o tema de inúmeras notas, graças à Lei “Stop Online Piracy Act” (Parar a pirataria online), ou SOPA, que está sendo discutida em comissões do Congresso dos Estados Unidos. Vários gigantes da Internet já manifestaram preocupação ao tomar conhecimento do ato que poderia dar poder a grandes corporações para controlar os conteúdos que são compartilhados e baixados na Internet, entre outras coisas.

SOPA -

Facebook, Twitter e Tumblr já tomaram medidas para expressar o seu descontentamento com a iniciativa, mas para os meros usuários, o que é a SOPA?

  • A lei permite que o governo dos EUA bloqueie certas páginas para que os usuários do país não possam vê-la.
  • Os EUA utilizará um bloqueio por DNS, o mesmo utilizado no Irã, China e Síria. Observando que a lei dos EUA serve como precedente no direito internacional, outras legislações começarão a imitá-la.
  • Como podemos garantir que nosso site não será bloqueado? Com apenas a publicação de alguns links que quebram o código estabelecido pela lei, poderemos ser bloqueados. O projeto não contempla que os usuários possam ter publicado tais links, porque eles assumem que o proprietário do site não fez o suficiente para impedí-lo.
  • Sites que têm maior risco de serem bloqueados são redes sociais como Facebook, Twitter, MySpace e Vimeo, entre outros. Além disso, devido aos bloqueios o tráfego reduzirá consideravelmente, o que, consequentemente, acarretará em menos inovação no setor, dada a falta de resultados projetados.
  • Como isso afeta o usuário comum? Os sites visitados diariamente poderiam ser bloqueados, os provedores de e-mail como Yahoo, Gmail ou Hotmail, eles poderiam ser forçados a censurar alguns dos links que enviam e recebem e links para compartilhar em redes sociais serão monitorados e eliminados se necessário.
  • A SOPA também afeta todas as iniciativas existentes para combater a censura na Internet. Bloqueará DNS alternativos, e também as conhecidas ferramentas que têm sido usadas ​​por ativistas na China e no Irã.
  • Finalmente, a American Censorship informa que tudo isso pode se tornar realidade se não fizermos nada para detê-lo. Os projetos SOPA e PROTECT-IP contam com um apoio muito grande no Congresso, por exemplo, da RIAA.

 

Fonte

Anúncios